Veterano de guerra tenta se suicidar, e é salvo por um gato

Thumb Veterano de guerra tenta se suicidar, e é salvo por um gato

Salvo por um gato e vira exemplo mundial

Lutar na guerra, nem sempre é uma opção, como se mostra em filmes e séries da TV. Muitos soldados são obrigados a cumprirem ordens de serviço na guerra, sob pena de prisão. Independentemente do que motiva cada soldado a arriscar a própria vida por um país ou um governo, o fato é que todos eles veem cenas que os marcam para sempre.

Muitos voltam da guerra se sentindo perturbados pelo transtorno vivido em combate. Josh Marino é um desses casos. Quando ele retornou para casa, acabou trazendo a guerra com ele e não tinha paz. Até que certo dia, decidiu que colocaria um fim em sua vida, pois não tinha mais razão para continuar a viver. Escreveu uma carta de despedida e se preparou para o fim.

Ele pegou uma faca e fumava o seu último cigarro na chuva, do lado de fora do quartel, quando um gato branco e preto apareceu. O animal veio em sua direção, começou a roçar em sua perna e Marino desabou, chorando. O veterano conta que a partir daquele momento, não pensou mais em seus problemas, mas sim nos problemas do animal e o que podia fazer para ele se sentir melhor.

Todos os dias, o gatinho procurava Marino e era alimentado e paparicado. Aquela rotina começou a mudar a vida de Josh, que voltou a se sentir vivo. Josh começou a namorar uma antiga amiga dos tempos de escola, até que o gato desapareceu. Josh ficou deprimido, pois o animal que o resgatou, não estava mais lá.

Certo dia, ele e a namorada entraram em um local onde animais estavam disponíveis para adoção e se surpreendeu com uma pata preta e branca agarrando seu braço. Era o mesmo gato que lhe salvou. Josh não pensou suas vezes e assinou todos os documentos para adotar o animal, que ganhou o nome de Scout.

A Marinha estava prestes a lhe dar baixa médica, por isso, podia passar o dia todo na companhia do seu gato. Um ano mais tarde, Josh e sua namorada se casaram e passaram a viver ele, Scout e os três gatos da esposa. Josh tinha uma família feliz, mesmo que tivessem membros felinos, como ele mesmo diz.

Tudo ia bem, até que Scout começasse a ficar estranho. O casal levou o animal ao veterinário e Scout foi diagnosticado com leucemia. Certo dia, o gato começou a ter dificuldades para respirar e antes que ele e a esposa conseguissem atravessar a ponte com o carro, em direção ao veterinário, Scout partiu, em seus braços.

Josh garante que o gato lhe salvou e que a única coisa que ele fez, foi preencher a papelada para oficializar o animal em sua vida. Josh gravou um vídeo para uma ONG chamada Mutual Rescue, onde conta a sua experiência e incentiva as pessoas a adotarem um animal. A ONG pede que se alguém não puder adotar um dos animais resgatados, que se torne voluntário ou faça uma doação, para que eles possam continuar resgatando cães e gatos, que vão salvar a vida de seus donos.

Fonte:http://www.1news.com.br/noticia/36839/animais-de-estimacao/veterano-de-guerra-tenta-se-suicidar-e-salvo-por-um-gato-e-vira-exemplo-mundial-05102017

Envie seu comentário:

Você também pode gostar: